Skip to main content

Aparelhos como ultrassom microfocado fazem sucesso entre pós-graduandos de HOF

Durante um dia todo de vivências clínicas, os pós-graduandos de HOF tiveram acesso a diferentes equipamentos, como ultrassom microfocado, radiofrequência com luz de led, lasers e eletro cautério. Tem curiosidade para saber como é um dia de vivências com este enfoque? É só ler até o fim para saber tudo sobre essa parte das práticas. […]

Durante um dia todo de vivências clínicas, os pós-graduandos de HOF tiveram acesso a diferentes equipamentos, como ultrassom microfocado, radiofrequência com luz de led, lasers e eletro cautério. Tem curiosidade para saber como é um dia de vivências com este enfoque? É só ler até o fim para saber tudo sobre essa parte das práticas.

Antes de atenderem os pacientes reais, houve muita capacitação. O dia de vivências foi iniciado com explicações sobre as funções e possibilidades de cada aparelho, além de informações de segurança.

Após as explicações, todos os discentes puderam colocar em prática o que aprenderam e, ainda com toda a supervisão das RTs, entender as queixas de cada paciente e atendê-los de forma personalizada com as tecnologias disponíveis.

É nesses momentos que os profissionais mais adquirem experiências e segurança durante e especialização. Todos os elementos metodológicos são parte fundamental do aprendizado, mas o colocar a mão na massa no contato com o paciente carrega o valor da complexidade que só esse contato proporciona.

Ultrassom e microfocado é sucesso na pós e na demanda por procedimentos

E os procedimentos realizados utilizando equipamentos como o ultrassom microfocado têm alta procura no mercado, em função dos bons resultados na aparência da pele, seja na diminuição de manchas ou cicatrizes, seja para tratar flacidez, ou estimular a produção de colágeno, poucas sessões já fazem bastante diferença. Por isso, é alta a valorização por tais procedimentos.

DSC05653
DSC056902
DSC05164
DSC06135
DSC05505
DSC05636
DSC06101
DSC06056
DSC05697
DSC05862
DSC05903
previous arrow
next arrow

Entrevistado nesse período do módulo de vivências clínicas, o cirurgião-dentista Paulo Hiddeky comenta:

“Essa prática em específico, acho que foi a que mais enriqueceu nosso conhecimento. A gente pegou bastante paciente. O mercado para essas tecnologias está muito bom, até postei na minha rede social, falando que estou aprendendo a utilizar o Lavieen e já tive a resposta de um amigo interessado, dizendo que seu médico estava cobrando muito caro pelo procedimento.”

E complementa ainda, sobre a oportunidade de se capacitar na utilização dos equipamentos ainda dentro da pós-graduação:

“A gente fica muito feliz, porque não é um curso separado, já está incluso na especialização. Então, fazendo um procedimento com um custo-benefício tão alto, a gente fica animado, com vontade de começar a atuar logo.”

Ultraformer III e Lavieen na pós de HOF

O Paulo menciona um dos equipamentos presentes mais queridinhos no mercado atual: o Lavieen. Sua utilização tem ganhado muita força entre os pacientes que querem uma pele de filtro do Instagram, só que sem o filtro.

Com a alta do skin care e oferta de inúmeros cosméticos para deixar a pele sem manchas, acne, e poros aparentes, o Lavieen vem para simplificar os cuidados com a pele com sua tecnologia de laser não ablativo. Na área de atuação dos cirurgiões-dentistas, é possível realizar aplicações na face para combater manchas, rosácea, sinais de envelhecimento e cicatrizes.

Aplicação com o ultrassom microfocado "Ultraformer III"

Outro equipamento de destaque incluído nas vivências clínicas é o Ultraformer III, ultrassom microfocado que atua aumentando a temperatura no local da aplicação de forma controlada, causando lesões das quais o tecido se recupera e produz mais colágeno.

Dessa forma, o Ultraformer III é indicado para reduzir a flacidez, gordura localizada, causando efeito lifting e de rejuvenescimento, além de contribuir muito na manutenção de outros procedimentos, como lift facial e lipo de papada.

Equipamentos como esse geralmente são alugados, tanto porque o investimento na compra é bastante, como para que o profissional se mantenha atualizado, tendo acesso aos novos modelos disponíveis no mercado.

Essa e outras orientações também fazem parte desse momento das práticas – que, se já foram um sucesso entre os pacientes reais dentro da especialização, têm tudo para fazerem ainda mais sucesso nas clínicas dos cirurgiões-dentistas estetas daqui para frente.

Graduada em Comunicação Social com Habilitação Publicidade e Propaganda, Leda é uma das redatoras do time de marketing Nepuga | Fapuga. Escreve também para os blogs parceiros Biomedicina Estética, Enfermagem Estética e Farmácia Estética.
Veja mais Noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This